Sobre o Pedro Arthur

Pedro Arthur e família: reaprendendo a viver para ensinar e evitar que o caso se repita.
No dia 23 de novembro de 2004, Pedro Arthur teve febre. No dia seguinte, a febre voltou ainda mais alta, mas o menino foi medicado e levado para a escola, onde começou a passar mal. Levado para o hospital, foi diagnosticado com sinusite, mas, sem apresentar melhoras, Pedro Arthur foi internado.
Em meio a várias crises convulsivas, os médicos suspeitaram de meningite. Pedro foi transferido para a emergência para fazer exames e o diagnóstico confirmou a suspeita. Ele foi para o CTI, onde ficou em coma por duas semanas, para acordar com as sequelas que iriam mudar sua vida, da sua família e de seus amigos. Pedro Arthur permaneceu internado no CTI durante sete meses, entre outras internações por complicações diversas e períodos mais curtos.
O garoto ficou tetraplégico e respira através de aparelhos, pois a doença afetou a medula e o diafragma. O cognitivo foi preservado.
A família Diniz trabalha e vive para cuidar do Pedro, tentando aprender a cada dia como oferecer as condições mínimas que esse caso exige através de Fonoaudiologia, Terapia Ocupacional, Acupuntura , Equoterapia, Fisioterapia e Medicamentos.

Pedro Arthur, hoje com 16 anos, se tornou Símbolo do Combate à Meningite Bacteriana no Brasil e se tornou Membro da Confederação Internacional De Combate à Meningite. Sua experiência é levada a médicos, enfermeiros e famílias acometidas pela mesma doença e, juntamente com sua família, ele busca superar a marcas que a doença deixou e sustentar as demandas de medicamentos, fraldas geriátricas e roupa de cama e banho de uso contínuo.

Pedro Arthur é muito cativante e dono de uma coragem exemplar. Com sua imagem, já salvou milhares de vidas, mas ele quer ir além: agora e seu pai querem palestrar pelo Brasil e pelo mundo contando suas histórias de superação, exemplo e motivação.
Ao lado de sua família, o garoto assumiu o compromisso de realizar um abaixo-assinado de abrangência nacional para a criação de uma Lei de Iniciativa Popular que inclua a vacina contra a meningite bacteriana no calendário básico da criança. Atualmente, apenas as vacinas contra as formas meningocócica-C estão disponíveis nos postos de Saúde do Brasil. Já a imunização da forma Meningocócica-B, aprovada há pouco tempo, vai chegar apenas nas redes particulares. Por isso, buscamos multiplicadores de informações com o objetivo de proteger o futuro de nossas crianças e jovens.
O Instituto Pedro Arthur tem a missão de esclarecer, conscientizar, reforçar e mobilizar os brasileiros de todas as idades, regiões e de todas as classes socioeconômicas a exigirem o direito das crianças de obter gratuitamente a vacina contra a meningite.

Pedro Arthur

Doações para o Pedro

Cada colaboração é muito importante para a manutenção da vida de Pedro Arthur, pois são gigantescos os obstáculos enfrentados por vítimas da Meningite Bacteriana.
Seu objetivo é lutar pela vida e poder ajudar outras pessoas, mas pela falta de dinheiro muitas necessidades não se realizam. Hoje as principais dificuldades enfrentadas são decorrentes da falta de um carro, que é indispensável em diversos sentidos para locomoção, assim como os recursos para as sessões de reabilitação, como Fisioterapia , Terapia Ocupacional, Equoterapia entre outros.
Você pode ajudar o Pedro Arthur e milhares de outras crianças e famílias com sua doação! Saiba como ajudar:

Transferência Bancária:
Caixa Econômica Federal
Agência: 0081
Conta: 3800-1
OP:013
CPF.: 090.949.496.79
(Pedro Arthur Diniz Silva)

Transferência Bancária:
Santander
Agência: 3323
Conta: 02002157-2
CPF.: 883026796-15
Rodrigo Diniz J. Rocha
(Pai do Pedro Arthur)

Doações de Roupa
de cama e banho
INSTITUTO PEDRO ARTHUR
Todos os direitos reservados – 2020
Rua Fernando Pinto – 77 Centro – Sete Lagoas/MG – CEP.35.700-972
Site desenvolvido por